Matérias | Geral


Itajaí

Já tá faltando água no Balneário

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

É só chegar o verão pros moradores de Balneário Camboriú sofrerem com a falta de água no município. O perrengue começou a rolar nos últimos dias no bairro Nova Esperança e alguns pontos dos bairros Ariribá e Municípios. O alto consumo, segundo o Emasa, seria o motivo pra escassez do líquido na torneira.


 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






A dona de casa Ervília Leme, 86 anos, é uma das moradoras do Ariribá que sente a falta de água, principalmente no verão. “Moro há seis anos aqui e sempre tá faltando água”, reclama. Na tarde de ontem foi uma exceção, porque ainda tinha o líquido precioso circulando, mas na sexta-feira passada, ela já ficou na secura. “Às vezes, eu tenho que pegar da caixa e tá suja”, comenta. “Lá em cima [no segundo andar] falta mais. Pra lavar roupa não tem”, diz. Ontem foi a vez dos moradores da rua Maçarico, também no bairro Ariribá, ficarem sem água.

Continua depois da publicidade



Segundo o gerente técnico da Emasa, Álvaro Zain, o aumento no número de pessoas em Balneário é um dos motivos pra falta d´água no município. “Tem a ver com o excesso de consumo e horários de pico. E está acontecendo também por causa da região de baixa pressão e com a expansão de rede”, explica Álvaro Zain, gerente técnico da Emasa.

A baixa pressão é o que deixar o bairro Ariribá sem o líquido precioso na torneira. Por conta disso, o gerente determinou o aumento de potência da água. “Em todos os lugares que nós estamos tendo a baixa pressão, estamos atacando pra já resolver o problema”, garante.

A mesma falta de pressão tá deixando o povo do bairro Nova Esperança sem água. Pra melhorar o abastecimento, a autarquia teve que ampliar a rede instalando uma bomba de recalque. A parte da Emasa já está concluída, disse Álvaro, mas eles ainda dependem que a Celesc faça o religamento da luz pro aparelhinho começar a funcionar. A promessa é que até o final da tarde de ontem o serviço fosse concluído.

De acordo com Álvaro, ainda há registro de falta de água entre a 5ª e 6ª avenidas, nos Municípios. O problema é porque a Emasa está fazendo uma nova tubulação num método conhecido como “não destrutivo”, ou seja, que não destrói o asfalto pra fazer a obra. O serviço não tem data pra ser concluído.

Continua depois da publicidade



Pra tentar, pelo menos, atender o povão que está sofrendo com a falta de água, o Emasa tá aumentando o atendimento no 0800 da autarquia. “Estamos reforçando o pessoal do plantão pra dar atenção”, explicou. O número de plantão da Emasa é o 0800-643-6272.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





18.206.238.77

TV DIARINHO


Entrevistão com Heli Schlickmann - Técnico Agrícola e Gestor ambiental



Podcast

Minuto DIARINHO 14/05/2021

Publicado 14/05/2021 20:29



Blogs

Blog do JC

Morre Bruno Covas

Blog Doutor Multas

Cadastro do Bom Motorista: o que é e como fazer o seu?

A bordo do esporte

Team Childhood vence etapa prólogo da The Ocean Race Europa

Blog Clique Diário

A Ilha de Pedra

Blog do Ton

Maior importadora de móveis do Brasil abre a primeira loja própria em Santa Catarina

Blog da Ale Francoise

Ervas do bem para o estresse!

Blog da Jackie

Hering comprou a Arezzo

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”

Volnei Morastoni

"Estamos vivendo a politização da covid”

Marcelo werner

"Quando o Estado publica um decreto às 11 horas da noite para que no dia seguinte seja cumprido, está faltando sintonia com a sociedade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯