Matérias | Esporte


Itajaí

Favoritos trocam elogios antes da prova

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Tidos como principais favoritos à vitória na 87.ª edição da corrida Internacional de São Silvestre, neste sábado, o brazuca Marílson Gomes dos Santos e o queniano Martin Lel preferem passar um pro outro o peso de correr com o favoritismo nas costas. Ontem na entrevista coletiva de apresentação da prova, os dois trocaram elogios.


 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






“Todos os africanos são francos favoritos, inclusive o Lel. Ele vai fazer uma maratona em janeiro e nessa época tem que estar na melhor forma. Será um grande adversário”, disse Marílson, em referência ao queniano, que tem em seu currículo três títulos da Maratona de Londres (2005, 2007 e 2008) e dois da de Nova Iorque (2003 e 2007).

Continua depois da publicidade



“Teremos muitos atletas fortes aqui. Marílson é um dos favoritos porque conhece bem a prova e é um atleta muito rápido, já venceu a Maratona de Nova Iorque”, disse Lel, recordando que o brasileiro faturou a prova nova-iorquina em 2006 e 2008. Pelo ranking da Iaaf (associação das Federações Internacionais de Atletismo), Martin Lel tem o décimo melhor tempo do ano na maratona, atrás apenas de outros quenianos. O primeiro atleta que não do Quênia é Marílson Gomes dos Santos, no 21.º lugar.

Neste sábado, Marílson vai em busca do bicampeonato consecutivo e também da sua quarta vitória na prova, já que ele venceu em 2003, 2005 e 2010 (tem ainda dois vices e outros dois quarto lugares). Já Lel vai correr a São Silvestre pela segunda vez. Em 2003, ano da primeira vitória de Marílson, o queniano ficou em terceiro. Na ocasião, a diferença entre os dois foi de 15 segundos.

Além de Lel, outros quenianos que vão correr a São Silvestre são Kisorio Matthew, Duncan Kibet, Barnabas Kiplagat Kosgei, Nicholas Kimeli Keter, Jonah Kiplagat Kemboi e Mark Korir. Destaque também para Bekele Tariku, da Etiópia, e Nelson Priva Mbuya, da Tanzânia.

Continua depois da publicidade




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.231.61

TV DIARINHO


Confira os destaques desta terça-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 11/05/2021

Publicado 11/05/2021 22:10



Blogs

Blog Clique Diário

A Ilha de Pedra

Blog Doutor Multas

Modelo de recurso de multa online

Blog do JC

Salvo pela velha política?

A bordo do esporte

Inmarsat será pela sexta vez parceira de comunicações via satélite da The Ocean Race

Blog do Ton

Maior importadora de móveis do Brasil abre a primeira loja própria em Santa Catarina

Blog da Ale Francoise

Ervas do bem para o estresse!

Blog da Jackie

Hering comprou a Arezzo

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”

Volnei Morastoni

"Estamos vivendo a politização da covid”

Marcelo werner

"Quando o Estado publica um decreto às 11 horas da noite para que no dia seguinte seja cumprido, está faltando sintonia com a sociedade”

Marquinhos Kurtz

“[...} O meu posicionamento é contrário ao fechamento total. Eu acho que nós temos que trabalhar, nós temos que ter cuidado, e as coisas precisam funcionar”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯