Matérias | Geral


Itajaí

Michel Teló e 15 minutos de fogos pra saudar 2012

Um milhão de pessoas escolheu a Maravilha do Atlântico pra passar a virada. Navega, Itapema, Porto Belo, Barra Velha e Piçarras também terão foguetório na praia. Nas demais cidades da região, só festas particulares

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Quem ainda não sabe onde vai passar a virada de ano tem até a noite deste sábado pra decidir. Seis prefeituras da região estão com uma programação especial pra comemorar a chegada de 2012. A festa mais esperada é a de Balneário Camboriú, onde cerca de um milhão de pessoas ocuparão os sete quilômetros da praia Central pra ver a queima de fogos.


 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






Quando os ponteiros do relógio marcarem meia-noite, os fogos de artifício, instalados em seis balsas na praia Central, irão explodir e colorir o céu de Balneário. Serão 15 minutos de queima de fogos pra dar as boas-vindas ao novo ano. Segundo o secretário de Turismo, Carlos Humberto Silva, além do tradicional foguetório, o atrativo a mais será o show nacional com o cantor Michel Teló. O show será na faixa.

Continua depois da publicidade



O sertanejo irá subir no palco da praça Almirante Tamandaré às 23h. Um pouco antes da meia-noite, o cantor interrompe sua apresentação e participa, ao lado do prefeito Edson Periquito, e do vice Cláudio Dalvesco, da contagem regressiva pra virada. Passado o show pirotécnico, Teló volta ao palco e canta até uma hora da matina. Esta será a primeira vez que haverá um show nacional após a queima de fogos do Réveillon.

Segurança

A polícia Militar, os agentes de trânsito e os guardas municipais montaram um esquema pra garantir a segurança do povão que escolheu Balneário pra passar a virada de ano. Ao todo, 270 homis etsrão a postos. O comandante da PM de Balneário Camboriú, coronel Renato Thiesen, diz que a praia será dividida em três áreas e em cada uma delas terá um oficial controlando as ações.

Continua depois da publicidade



O primeiro será no pontal Norte até a rua 1201. O segundo trecho, entre a rua 1201 e a 2500, vai estar totalmente fechado pra passagem de carros a partir das 20h deste sábado. Somente os moradores poderão entrar e sair dos prédios. “É o trecho onde mais se acumulam pessoas”, explica o secretário de Segurança, Nilson Probst. O terceiro ponto começa na rua 2500 e vai até a Barra Sul. “Toda a orla vai estar policiada”, garante o coronel Thiesen.

A rua 3700 também será transformada em mão-única, da avenida Atlântica pra avenida Brasil, para garantir a segurança do povão. A ideia é que com esta medida o trânsito flua rapidamente.

Pra evitar que as pessoas se machuquem na praia de Balneário, o pessoal da segurança também vai fiscalizar os festeiros e não deixar que eles cheguem na areia da praia com garrafas de vidro. As únicas bebidas permitidas serão os espumantes e champanhes.

Caso aconteça algo mais grave, a prefeitura conta com um posto de comando na praça Almirante Tamandaré. Ali terá atendimento do conselho tutelar, atendimento médico e policiais de plantão. As ruas 51 e 57 também estarão fechadas e prontas pro deslocamento de ambulâncias e da polícia. O trânsito será liberado após a limpeza das ruas, que deve rolar da 1h às 3h.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.231.61

Últimas notícias

INVERNO

Rede Sustentável de Entidades promove Campanha do Agasalho em Penha

Camboriú, Penha e Bombinhas

Campanha Zera Dívida segue com descontos de até 70% na fatura de água

Flagra

Mercadorias para camelôs, avaliadas em R$ 50 milhões, são aprendidas

NAVEGANTES

Bandido é morto roubando o banco Sicoob

BALNEÁRIO

Clientes levam surra por esquecer de pagar dois chopes em bar

Quinta e domingo

Definidas as datas das finais do Paulistão

Balneário Camboriú 

PA da Barra volta a funcionar após reformas

Imbituba

Casal é preso com mais de 200 quilos de maconha

Morte no hotel  

MC Kevin teria tentado pular na piscina 

CAMBORIÚ

Filha de ex-prefeita é internada na UTI



Colunistas

Coluna do JC

Show de horrores

Coluna Esplanada

Urna inauditável!?

Coluna Exitus na Política

Qual o nome que o nome tem?

Canal 1

“Salve-se Quem Puder,” gravada na pandemia, estreia hoje sua última fase

Coluna Animal Humano

Cidade que te quero verde

Via Streaming

“Mais Uma Rodada”

Coluna do Ton

Coluna do Ton

Clique diário

Cabeçudas

Coluna Fato&Comentário

CULTOS AFRICANOS EM ITAJAÍ: RESISTIR E SOBREVIVER

Espaço InovAmfri

Faça chuva ou faça sol

Coluna do Frei Betto

Resta-me humanidade?

Coluna Tema Livre

“Tudo Bandido”

Coluna do Janio

Semifinal marcada

Jackie Rosa

Às mamães com carinho

Na Rede

Na Rede

Coluna Existir e Resistir

Direito invisível

Artigos

Livros embarcados

Coluna Adjori SC

Economia de Santa Catarina inicia 2021 com confiança e expectativa em alta



TV DIARINHO


Entrevistão com Heli Schlickmann - Técnico Agrícola e Gestor ambiental



Podcast

Minuto DIARINHO 14/05/2021

Publicado 14/05/2021 20:29



Blogs

Blog do JC

Quer tudo?

A bordo do esporte

The Ocean Race e TIME firmam parceria

Blog Doutor Multas

Cadastro do Bom Motorista: o que é e como fazer o seu?

Blog Clique Diário

A Ilha de Pedra

Blog do Ton

Maior importadora de móveis do Brasil abre a primeira loja própria em Santa Catarina

Blog da Ale Francoise

Ervas do bem para o estresse!

Blog da Jackie

Hering comprou a Arezzo

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”

Volnei Morastoni

"Estamos vivendo a politização da covid”

Marcelo werner

"Quando o Estado publica um decreto às 11 horas da noite para que no dia seguinte seja cumprido, está faltando sintonia com a sociedade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯