Colunas


Instituto Ion | Informando e Inovando

Por Instituto Ion -

O PIX veio para ficar ou não?


Olá, caro leitor, o assunto desta semana, em nossa coluna “Informando e Inovando”, será sobre o PIX - meio de pagamento eletrônico instantâneo.

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 





Amado por muitos e nem tanto por outros, o PIX vem revolucionando o mercado financeiro. Mas será que ele veio mesmo para ficar?

No dia 16 de novembro de 2021, o PIX completou o seu primeiro ano de existência, alcançando marcas exorbitantes como 1,6 bilhão de transações realizadas, 348 bilhões de chaves cadastradas, 762 instituições financeiras cadastradas e movimentação financeira na casa de R$ 4 trilhões, segundo dados do Banco Central.

O nome “PIX” foi pensado por ser um termo que remete a tecnologia, transações e pixels, que denotam inovação e velocidade, bem como por ser um nome simples de ser lembrado.

Por meio do PIX, os recursos são transferidos entre contas de diferentes instituições financeiras em poucos segundos, a qualquer hora ou dia, sem nenhum custo para o usuário e livre de burocracias.

Somam-se a estas vantagens a democratização e inclusão financeira, a redução de custos operacionais com o pagamento de salários de caixas de banco, otimização do tempo em filas, eliminação do uso de papel, sistema de segurança criptografado pelo Banco Central, dentre outros benefícios.

A tecnologia vem sendo, cada vez mais, aprimorada e, desde o dia 29/11/21, além das transferências entre contas há também a modalidade “PIX troco” e “PIX saque”, permitindo aos estabelecimentos repassarem o numerário solicitado em seus estabelecimentos comerciais, com limites de R$ 500, durante o dia, e de R$ 100, durante a noite (entre 20h e 6h).

Ora, se o PIX tem tantas vantagens assim porque algumas pessoas ainda resistem em ter o aplicativo instalado em seus celulares?

As principais alegações dos usuários não adeptos à nova modalidade financeira, primeiramente, é a resistência ao novo, as limitações no domínio do uso da tecnologia e o fator de segurança, pois pode ficar sujeito a sequestro relâmpago, motivo pelo qual o PIX já limitou o valor das transferências entre 20h e 6h, para R$ 1.000.

Por fim, o PIX é uma tecnologia revolucionária, segura e econômica, mas o conflito de interesses para recebimento de tarifas bancárias enriquecedoras em outras operações, as fraudes, os golpes e a desonestidade de algumas pessoas põem em xeque se o risco está na segurança do aplicativo ou no comportamento das pessoas.      

Grande abraço e até a próxima!

 

 

INSTITUTO ION SOLUÇÕES INTEGRADAS - ML

contato@institutoionsi.com.br

(41) 98405-4694


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Instituto Ion | Informando e Inovando

Acabar com a pobreza e a Agenda 2030

Instituto Ion | Informando e Inovando

Impacto dos hábitos nas finanças

Instituto Ion | Informando e Inovando

Desenvolvimento sustentável

Instituto Ion | Informando e Inovando

A conta dos feriados

Instituto Ion | Informando e Inovando

O Refis Federal (RELP) - parte 2

Instituto Ion | Informando e Inovando

“Apesar da crise, inovar é uma boa opção”

Instituto Ion | Informando e Inovando

Jeff Bezos e os 14 princípios da Amazon

Instituto Ion | Informando e Inovando

Como a Economia impacta em suas finanças

Instituto Ion | Informando e Inovando

Direitos Creditórios do FIDC

Instituto Ion | Informando e Inovando

Mudanças climáticas exigem novos hábitos

Instituto Ion | Informando e Inovando

“RESULTADO DO CAGED e as oportunidades”

Instituto Ion | Informando e Inovando

“OPEN BANKING”

Instituto Ion | Informando e Inovando

“Inovação e inova ação”

Instituto Ion | Informando e Inovando

Qual índice de inflação aplicar?



Blogs

A bordo do esporte

Regata final do Brasileiro de Snipe 2022 terá disputa baiana pelo título

Blog do JC

Operação Coruja

Blog do Ton

Evie Sushi chega a Balneário Camboriú com inspiração nos grandes centros urbanos

Blog da Ale Francoise

Biorressonância na prevenção de sua saúde

Blog Doutor Multas

Como falar de improviso?

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW

Blog Clique Diário

Ilha das Cabras - Balneário Camboriú



Entrevistão

Luciana de Castro Ribeiro

"A Polícia Federal sabe que um dos principais pontos de lavagem de dinheiro no Brasil é na região de Itajaí”

Gabriel Castanheira

"Se tiver que prender mil vezes o cara, vamos prender mil vezes. É isso que eu converso com a tropa. Tem casos de pessoas que nós prendemos mais de 40 vezes [...] Cometeu um crime? Encaminha para a delegacia.”

Rodrigo Fernandes

"Os jovens, com certeza, têm a capacidade e o potencial de mudar o resultado de uma eleição”

Érica Becker e Pedro Junger

“Já tem dados que comprovam que o ser humano está ingerindo o próprio plástico que insere nos oceanos”, Érika Becker

TV DIARINHO

Confira os destaques desta sexta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 28/01/2022

Publicado 28/01/2022 20:44


Especiais

Fausto Rocha Jr

21 anos da morte do ator que Barra Velha (quase) esqueceu

Tradição

DIARINHO: 43 anos na liderança do jornalismo regional

PREVISÕES 2022

Oráculos apostam em um ano de desafios e solidariedade

TUDO JUNTO

Itajaí Shopping une compras, serviços e lazer

COLETA SELETIVA

Navegantes, Penha e Piçarras ainda não dispõem de coleta seletiva



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯