Colunas


Instituto Ion | Informando e Inovando

Por Instituto Ion -

Como a Economia impacta em suas finanças


Professor Nilton Cordoni Junior

Não há como dissociar a economia brasileira da economia mundial e seus reflexos em diferentes indicadores como crescimento (PIB), inflação, dólar, desemprego e outros. Com vários parceiros comerciais, sendo a China e EUA grandes mercados, suas políticas econômicas impactam as economias em global, especialmente as mais frágeis. Tomando a China como exemplo, teve em outubro uma inflação de 1,5%, maior alta nos últimos 13 meses e o dobro do mês de setembro, resultado principalmente das commodities de alimento e combustível. Soma-se a isso a busca do governo chinês em conter o risco dos empréstimos às incorporadoras imobiliárias, sem lastro de sustentação, responsáveis por quase 1/3 do crescimento econômico chinês.

No mercado dos EUA o índice de preços ao produtor e ao consumidor se apresentam sobre forte pressão, estando na casa de 6% na comparação anual, maior alta nos últimos 30 anos, parte ocasionado pelos preços dos alimentos e combustíveis.

Uma variável importante a se considerar é quanto ao índice de confiança dos consumidores americanos, o qual têm se mostrado crescente e superior aos indicadores antes da pandemia, refletindo nas vendas de varejo. Porém, estima-se que parte advém das compras antecipadas de final de ano, podendo haver uma reversão parcial na tendência após as festas de final de ano.

Na Zona do Euro e Eurásia as preocupações com a inflação também são sentidas e preocupantes, agravada pela crise energética pela escassez no fornecimento de gás natural para a região no período de inverno. Somado ao desabastecimento de gás, há se considerar a instabilidade na região causada pela Rússia e a intensão em ser vista como uma superpotência no fornecimento de petróleo e gás, trazendo impacto aos preços. Porém, o índice de confiança dos consumidores continua estável na Europa, trazendo um alento para o final de ano.

Outro ponto importante na Europa e Eurásia é quanto ao retorno da pandemia, tendo alguns países apresentado elevação nos números de casos de COVID-19, a exemplo da Austrália e da Alemanha, podendo trazer reflexo à economia da região.

No Brasil a preocupação maior é com a inflação, que chegou na casa de dois dígitos, refletindo no crescimento econômico, impactando no crescimento deste ano e em 2022.

A proposta da PEC dos Precatórios, se aprovada, deve trazer maior pressão sobre os juros, levando a um maior endividamento público e aumentando as dificuldades em se trazer a inflação de 2022 para o centro da meta. Somado a isto, tem-se um ano de eleições que traz consigo possibilidades de novos gastos, incluindo aumento de salários dos servidores públicos, impactando ainda mais o equilíbrio fiscal.

O Ano de 2022 será um ano trabalhoso e cansativo quanto as pressões econômicas e financeiras, bem como as notícias e campanha eleitoral. Mantenha o foco em seus planos e metas e não invente crise onde não há.

Para tomadores de crédito, sugere-se maior cautela quanto aos juros, pois espera-se novo acréscimo ainda neste ano e continuar no exercício de 2022, mas com acréscimos menores na taxa.

Ao fazer as compras de Natal e mesmo para o Ano Novo, leve em consideração os gastos usuais do início do ano como uniforme e material escolar, IPTU, IPVA e outros, além do cartão de crédito, o qual usualmente tende a ser maior.

Para as empresas, certifique de uma boa campanha de vendas para as festas de final de ano e o prazo médio de pagamento e recebimento, mantendo o fluxo de caixa sobre controle. Havendo necessidade de recursos financeiros extras, certifique-se da real necessidade e do montante e aplique exatamente nos pagamentos ou investimentos previstos.

CUIDADO: Há muitas notícias negativas, as quais podem causar desânimo ou mesmo prostração. Cuide para não trazer a crise para dentro de seu lar ou empresa, mantenha os gastos sob controle e realize os investimentos com parcimônia e criticidade.

Dúvidas ou informações complementares do respectivo tema e de outros já publicados, entre em contato conosco pelo telefone/WhatsApp 41-98405.4694 ou pelo e-mail contato@institutoionsi.com.br.


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Instituto Ion | Informando e Inovando

Impacto dos hábitos nas finanças

Instituto Ion | Informando e Inovando

Desenvolvimento sustentável

Instituto Ion | Informando e Inovando

A conta dos feriados

Instituto Ion | Informando e Inovando

O Refis Federal (RELP) - parte 2

Instituto Ion | Informando e Inovando

“Apesar da crise, inovar é uma boa opção”

Instituto Ion | Informando e Inovando

Jeff Bezos e os 14 princípios da Amazon

Instituto Ion | Informando e Inovando

O PIX veio para ficar ou não?

Instituto Ion | Informando e Inovando

Direitos Creditórios do FIDC

Instituto Ion | Informando e Inovando

Mudanças climáticas exigem novos hábitos

Instituto Ion | Informando e Inovando

“RESULTADO DO CAGED e as oportunidades”

Instituto Ion | Informando e Inovando

“OPEN BANKING”

Instituto Ion | Informando e Inovando

“Inovação e inova ação”

Instituto Ion | Informando e Inovando

Qual índice de inflação aplicar?



Blogs

A bordo do esporte

ABB Formula E abre oitava temporada na Arábia Saudita

Blog do JC

Fabrício Oliveira e Luciano Hang juntos

Blog do Ton

Evie Sushi chega a Balneário Camboriú com inspiração nos grandes centros urbanos

Blog da Ale Francoise

Biorressonância na prevenção de sua saúde

Blog Doutor Multas

Como falar de improviso?

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW

Blog Clique Diário

Ilha das Cabras - Balneário Camboriú



Entrevistão

Gabriel Castanheira

"Se tiver que prender mil vezes o cara, vamos prender mil vezes. É isso que eu converso com a tropa. Tem casos de pessoas que nós prendemos mais de 40 vezes [...] Cometeu um crime? Encaminha para a delegacia.”

Rodrigo Fernandes

"Os jovens, com certeza, têm a capacidade e o potencial de mudar o resultado de uma eleição”

Érica Becker e Pedro Junger

“Já tem dados que comprovam que o ser humano está ingerindo o próprio plástico que insere nos oceanos”, Érika Becker

Ciro Gomes

"O brasileiro tá pagando agora o preço do derivado de petróleo, da gasolina, em dólar”

TV DIARINHO

Confira os destaques desta quarta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 26/01/2022

Publicado 26/01/2022 21:09


Especiais

Criador da Festa do Pirão 

Fausto Rocha Jr.: 21 anos da morte do ator que Barra Velha (quase) esqueceu

Tradição

DIARINHO: 43 anos na liderança do jornalismo regional

PREVISÕES 2022

Oráculos apostam em um ano de desafios e solidariedade

TUDO JUNTO

Itajaí Shopping une compras, serviços e lazer

COLETA SELETIVA

Navegantes, Penha e Piçarras ainda não dispõem de coleta seletiva



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯