Colunas


Coluna Fato&Comentário

Por Coluna Fato&Comentário -

Matriz do SS. Sacramento de Itajaí: curiosidades e distinções


A propósito dos sessenta e seis anos de sua inauguração.

O local em que está edificada a Igreja Matriz do Santíssimo Sacramento de Itajaí antes era o cemitério público da cidade, transferido dali em 1931 para o bairro Fazenda. A Prefeitura e a Paróquia fizeram uma permuta, porque o terreno da Paróquia em que se construiria a Igreja era originalmente o da praça em frente.

O autor do projeto arquitetônico da Matriz foi o arquiteto autodidata Simão Gramlich, alemão chegado ao Brasil em 1920 e à época residente em Blumenau. Simão era muito surdo e mal falava o português. Falar com ele só em alemão e aos berros.

O arcebispo de Florianópolis, Dom Joaquim Domingues de Oliveira,  que tinha a supervisão da paróquia de Itajaí, recusou o projeto arquitetônico de Gramlich. Porém,  a comissão construtora da Igreja  bateu pé e fez com que o arcebispo aceitasse a maravilhosa planta do arquiteto alemão, que custava o dobro das outras, mas era o projeto da igreja que Itajaí merecia.

A arquitetura da Matriz do Santíssimo Sacramento tem estilo próprio, “gramlichiano”. As torres altas e finas e a perspectiva são góticas e os arcos são românicos, numa combinação harmoniosa dos dois estilos arquitetônicos: o gótico e o românico.

As obras de construção da Igreja Matriz se iniciaram em 1941. Mas logo a seguir tiveram que ser paralisadas por causa da entrada do Brasil na 2ª Guerra Mundial e porque o vigário de Itajaí, descendente de alemães, passou a ser injustamente acusado de ser simpatizante nazifascista, tendo, inclusive,  de temporariamente  se retirar da cidade.

As duas torres frontais abrigam quatro sinos fundidos especialmente em aço na Alemanha e pesam respectivamente 200, 300, 500 e 1020 kg cada um e foram desembarcados no porto de Itajaí.

A Igreja Matriz de Itajaí é o templo católico de Santa Catarina de mais bela e artística decoração interna. Aquilo que o historiador Pe. José Artulino Besen chamou de a “teologia da beleza”. No presbitério, encontram-se oito vitrais que são obras do artista alemão Martin Obermeyer, exemplares de superior qualidade artística.

Toda a rica e artística  decoração interna da Igreja Matriz esteve a cargo de dois renomados artistas italianos, especialmente contratados para esse serviço no teto e paredes: os pintores Emílio Cessa e Aldo Locatelli.

Sobre o baldaquino do púlpito da Matriz se encontra a imagem de Moisés descendo do Monte Sinai com as tábuas da Lei, obra do escultor alemão, radicado em Pomerode,  Erwin Curt Teichmann. Trata-se da maior imagem sacra esculpida em madeira e exposta no interior de um templo em Santa Catarina.

A Igreja Matriz do Santíssimo Sacramento foi inaugurada solenemente a 15 de novembro de 1955. O arcebispo Dom Joaquim Domingues de Oliveira,  que antes recusara o projeto arquitetônico de Gramlich, no sermão de sua inauguração, encantado agora com a beleza da Igreja,  comparou-a à “Porta do Céu”!


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Coluna Fato&Comentário

“Anuário de Itajaí”- edição especial

Coluna Fato&Comentário

Professor Pedro Ghislandi - mestre da língua portuguesa

Coluna Fato&Comentário

Praça Vidal Ramos ou Largo da Matriz Velha

Coluna Fato&Comentário

“Lito floriu a cidade”

Coluna Fato&Comentário

Jardim de Burle Marx: oportunidade perdida por Itajaí

Coluna Fato&Comentário

Jayme Fernandes Vieira - intelectual ilustre

Coluna Fato&Comentário

Jucílio de Castro Fernandes: itajaiense exemplar

Coluna Fato&Comentário

Frederico Latta*, pintor alemão em Itajaí

Coluna Fato&Comentário

“Verde que te quero verde”

Coluna Fato&Comentário

Avenida Coronel Marcos Konder: sua evolução

Coluna Fato&Comentário

Itajaí: Município “sem razão e utilidade pública”

Coluna Fato&Comentário

Santíssimo sacramento de Itajaí

Coluna Fato&Comentário

CULTOS AFRICANOS EM ITAJAÍ: RESISTIR E SOBREVIVER

Coluna Fato&Comentário

Colégio São José - 80 anos: “irmãs alemãs” X “irmãs colonas”

Coluna Fato&Comentário

Música ao longe

Coluna Fato&Comentário

Semana santa e a cultura do povo

Coluna Fato&Comentário

Rua Pedro Ferreira ou do Commercio - certas histórias

Coluna Fato&Comentário

Itajaí (também) precisava da BR-59

Coluna Fato&Comentário

Praia Brava e o Centenário

Coluna Fato&Comentário

Vacinas e resistências: casos contados por aqui



Blogs

Blog do JC

Instagram de controlador da prefa de Penha é hackeado

A bordo do esporte

Contagem regressiva de sete meses para a Globe 40

Blog Doutor Multas

Recurso suspensão CNH: como fazer?

Blog do Ton

Líbere Fashion Show

Blog da Ale Francoise

Você conhece a seiva do dragão?

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW

Blog Clique Diário

Ilha das Cabras - Balneário Camboriú

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Rodrigo Fernandes

"Os jovens, com certeza, têm a capacidade e o potencial de mudar o resultado de uma eleição”

Érica Becker e Pedro Junger

“Já tem dados que comprovam que o ser humano está ingerindo o próprio plástico que insere nos oceanos”, Érika Becker

Ciro Gomes

"O brasileiro tá pagando agora o preço do derivado de petróleo, da gasolina, em dólar”

Guido Petinelli

O melhor empreendimento é aquele que enriquece o bairro.”

TV DIARINHO

Entrevistão Rodrigo Fernandes Juiz do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina




Especiais

Meio Ambiente

Juarez Müller, o homem das árvores e flores, recebe homenagem na Câmara de Vereadores

Escotismo

Grupo Lauro Müller volta renovado após quase dois anos de incertezas

REGIÃO

Confira a lista das escolas particulares

SESC/SENAI

Escola S alia grade curricular básica ao ensino tecnológico e bilíngue

Colégio Energia

Líder em aprovação, Energia acumula 25 anos de credibilidade, qualidade e inovação



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯