Colunas


Coluna Adjori SC

Por Rede Catarinense de Notícias -

Mortes por Covid têm queda de 26% em SC




Em 30 dias, média de óbitos diários pela doença caiu de 52 para 38. Internações e casos ativos também registram redução no Estado

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 





O número de mortes por Covid-19 em Santa Catarina registrou uma queda de 26,9% na pri- meira semana de julho em relação ao mesmo período do mês anterior, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Isso porque a média móvel de óbitos no início de junho erade52pordia,e,no início de julho, chegou a 38. Os números ainda serão revisados pela SES, mas apontam para queda no volume de mortes pela doença no Estado.

Os dados estão melhores do que a própria Secre- taria esperava. Segundo boletim semanal da Covid, a projeção inicial para os primeiros dias de julho era média de 45 óbitos por dia, sete a mais do que o apura- do. A pasta também previa aumento de óbitos em oito das 16 regionais de saúde, mas apenas seis tiveram crescimento real. As outras dez estão em estabilidade ou queda.

"Nós fizemos projeções e na realidade tem dimi- nuído o número de casos e óbitos, principalmente por conta de fatores externos que ainda não estão men- surados por essa projeção,

que são o efeito da vacina- ção e a adoção de medidas de prevenção, como o distanciamento. Com isso, as previsões acabam sendo superestimadas", disse o superintendente de Vigi- lância em Saúde da SES, Eduardo Macário.

A redução das mortes ocorre justamente em meio ao inverno - período con- siderado mais complicado para síndromes respirató- rias como a Covid - e após alardes de possível terceira onda da doença. Para o secretário deEstadoda Saúde, André Motta Ribei- ro, o avanço da vacinação é uma das principais razões para a queda dos indica-

dores e os resultados da imunização "são visíveis". "O que nós sabemos é que a faixa etária [dos doentes e internados] mudou. Aque- les que foram vacinados lá no começo estão prote- gidos. A gente vê pouca notícia hoje de profissional de saúde adoecendo ou falecendo, idosos também", acrescentou.

A retração nos óbitos também é consequência da queda de casos ativos. Esse número era de 21,6 mil na primeira semana de junho e passou para 18,6 mil, no início de julho, segundo dados da SES. A queda é de 13,8%. No mesmo sentido, as internações de pacientes por síndrome respiratória aguda grave caíram 8,6%: passaram de 1,9 mil por semana para 1,7 mil por semana, de junho para julho.

"Em comparação com o pico que deu em março... o que tivemos aqui foi terrível. Agora a gente está muito contente. É claro que gostaríamos que ninguém mais [morresse], mas ainda tem casos bem graves. A gente está com muita esperança que aos poucos a gente consiga superar", disse a presidente da Fe- deração das Santas Casas, Hospitais e Entidades Fi- lantrópicas de SC (Fehosc), Irmã Neusa Luiz.

 

Produção industrial de SC cresce e puxa mercado de insumos

A produção industrial catarinense cresceu 26,7% entre janeiro e maio
na comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com o IBGE. Segundo o Obser- vatório da Indústria da Federação das Indústrias de SC (Fiesc), após atingir ápice em janeiro de 2021, a atividade produtiva entrou em ciclo de queda. Os motivos são o agrava- mento da pandemia com medidas de restrições, somadas ao fim do auxílio emergencial, morosidade na vacinação, dificuldade de acesso a insumos e in- flação, principalmente em março e abril. A expansão na atividade nacional após esse período pode ser um indicativo de melhora no nível de atividade indus- trial para os próximos meses, diz o Observatório.

A recuperação reflete na procura por insumos, como o gás natural, que registra sucessivos re- cordes de consumo no Estado. “O setor industrial é o principal consumidor de gás no Estado. Atu- almente, 324 indústrias catarinenses utilizam o insumo em seus pro- cessos produtivos. Este crescimento no consumo em 2021 mostra que as indústrias catarinenses estão em ampla recupera- ção, após a crise causada pela pandemia”, afirma o presidente da SCGÁS, Willian Lehmkuhl.

 

 

DESVALORIZAÇÃO

Após consecutivos recordes de preço dos grãos em Santa Catarina em 2021, o mês de junho registrou desvaloriza- ção das principais produções catarinenses. A saca de 60 kg de soja caiu 8,5% e chegou a R$ 164. O milho retraiu 7,5% e foi vendido a R$ 98 a saca. E o arroz desvalorizou 4,9% e cus- tou R$ 110 o fardo de 30 kg. Os dados são da Epagri. Apesar das retrações, o patamar de preços ainda está bem acima dos anos anteriores. Na comparação com 2020, o aumento ultrapassa 100% em alguns casos. Entre os motivos da manutenção da alta de preços, estão o frio brasilei- ro, o clima desfavorável para a produção nos EUA e a demanda chinesa de graõs.

 

Santa Catarina terá feirão limpa nome em julho

Os consumidores com dívidas no comércio já podem se programar para o maior evento de rene- gociação de débitos da história de Santa Catarina. Serão 10 dias, entre 29 de julho e 7 de agosto, do ‘Fei- rão SPC Regulariza Seu Nome!’, organizado pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de SC (FCDL/SC), em conjunto com dezenas de CDLs de todo o Estado e associa- dos. “É uma oportunidade única para os clientes e empresas do varejo cata- rinense, principalmente em tempos de pandemia e crise”, diz o presidente da FCDL/SC, Ivan Roberto Tauffer. O Feirão está recebendo adesões dos comerciantes, que podem se inscrever na CDL de sua cidade. Somente as empre- sas inscritas no programa SPC Regulariza poderão participar. "Uma vez ca- dastradas, as dívidas serão inseridas no sistema do evento, com as condições oferecidas para renegocia- ção aos interessados em quitar os débitos", afirma. Para os consumidores, a vantagem é conseguir descontos a partir de 50% em juros e multas.

 

 

 

 


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Coluna Adjori SC

Governo admite emendas à Previdência

Coluna Adjori SC

O que é a reforma da Previdência estadual

Coluna Adjori SC

Alesc inicia tramitação da reforma da Previdência

Coluna Adjori SC

Reforma da Previdência domina agenda política e promete economia bilionária

Coluna Adjori SC

Em dois meses, Santa Catarina registrou 65 autuações por não uso de máscara

Coluna Adjori SC

Com falta de doses, ritmo de vacinação diminui em SC

Coluna Adjori SC

Economia de Santa Catarina inicia 2021 com confiança e expectativa em alta

Coluna Adjori SC

SC tem um óbito por Covid a cada 35 minutos em 2021

Coluna Adjori SC

Com avanço da Covid, sistema de saúde chega ao limite da capacidade



Blogs

A bordo do esporte

Semana Internacional de Vela de Ilhabela volta com regatas entre boias

Blog do JC

Se presidente vetar o Fundão, Centrão defende volta de doações empresariais

Blog da Ale Francoise

Dê olho na sua saúde!

Blog Doutor Multas

Proteção veicular: o que é e vale a pena contratar?

Blog Clique Diário

Retornando...

Blog da Jackie

CasaCor Santa Catarina

Blog do Ton

One of a Kind: coleção inédita será apresentada pela joalheira Cristina Pessoa durante evento na Praia Brava

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Jorginho Mello

“Eu tenho o compromisso do presidente: se eu for disputar a eleição para governador, tenho o apoio dele”

André Gobbo

"Eu tenho absoluta certeza que estamos formando profissionais para o presente e para o futuro”

Vinicius Lummertz

"A grande aliança é para a retomada com saúde. São Paulo fará vacinas para o Brasil e América Latina ”

Élcio Kuhnen

“O maior ensinamento que a covid vai deixar: a ciência está muito à frente da sua opinião”

TV DIARINHO

Confira os destaques desta terça-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 27/07/2021

Publicado 27/07/2021 20:32


Especiais

Referência

Balneário Shopping é porta de entrada de grandes marcas

Boas compras

Diversidade e qualidade caracterizam o comércio de Balneário Camboriú

Uma nova BC

Investimentos públicos pesados para a retomada da economia

Cartão postal de Balneário Camboriú

Roda-gigante mudou a paisagem para sempre

Parque Unipraias

Tedesco é pioneiro no turismo de BC



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯