Colunas


Coluna do Janio

Por Coluna do Janio -

Classificação histórica


O Marcílio Dias conquistou uma classificação histórica ao vencer, com muita segurança, o Juventus nos dois jogos de quartas de final do Campeonato Catarinense e voltar a disputar uma semifinal depois de 21 anos. Em um ano tão difícil para o clube por questões financeiras e também pela ausência do apoio do seu torcedor nas arquibancadas, a classificação é um prêmio para todos os envolvidos nesta campanha: jogadores, comissão técnica e diretoria. É também uma premiação à sequência de um trabalho que vem sendo feito no departamento de futebol, comandado por Marco Gama. Desde 2019, quando voltou à série A do Catarinense, o Marcílio tem sido muito regular, figurando sempre entre os cinco melhores times da competição e deixando pra trás clubes tradicionais como Figueirense, Joinville e Criciúma em aproveitamento. Mesmo com as mudanças de peças ao longo desse período, o Marcílio conseguiu manter o nível com uma das folhas salariais mais baixas da primeira divisão estadual. O técnico Carlos Alberto Teco também merece uma menção especial. Questionado no início do campeonato por parte da torcida, Teco foi encontrando a melhor formação ao longo da competição e está colhendo os frutos e o reconhecimento ao seu trabalho com os resultados positivos. São nove jogos sem derrotas e uma série de atuações seguras, independente do nível do adversário que o Marcílio enfrenta. 

Campeonato bagunçado

O Catarinense segue se arrastando em meio às polêmicas, agora envolvendo a possível punição do Hercílio Luz que pode até fazer com que a Chapecoense enfrente o Figueirense nas quartas de final, enquanto o Marcílio Dias aguarda o seu adversário na semifinal. O julgamento que acontece terça no TJD vai apurar a denúncia de que o Hercílio utilizou um jogador que estava suspenso contra o Brusque. Chama a atenção a bagunça: o TJD levou quatro meses para julgar uma expulsão que aconteceu em dezembro de 2020. A FCF levou 20 dias para verificar que o atleta entrou irregular em uma partida e apresentou a denúncia às vésperas da terceira fase da competição, enquanto o problema ocorreu na primeira fase. Quem será o maior prejudicado? Os clubes, em especial Marcílio Dias e Chapecoense. Enquanto a Chape pode ter que jogar de novo uma fase que já avançou, o Marcílio corre o risco até de ficar sem alguns dos seus principais jogadores para as fases decisivas se houver a remarcação de partidas. No Marinheiro, 11 contratos de jogadores vão até final de maio, entre eles Weriton, Xavier e Nathan Cachorrão.


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Coluna do Janio

Vitória importante

Coluna do Janio

Marinheiro classificado

Coluna do Janio

Empate 

Coluna do Janio

Atuação desastrosa

Coluna do Janio

Vitória com “cara de Marcílio Dias”

Coluna do Janio

Tem algo errado no Gigantão

Coluna do Janio

Repetindo os mesmos erros

Coluna do Janio

Campeonato indefinido

Coluna do Janio

Jogo adiado em Joinville

Coluna do Janio

Começou 2021 para o Marinheiro!

Coluna do Janio

Eliminação 

Coluna do Janio

Marinheiro de volta aos eixos

Coluna do Janio

Marinheiro de volta

Coluna do Janio

Marinheiro em queda de rendimento

Coluna do Janio

Atuação desastrosa

Coluna do Janio

Show de Bola

Coluna do Janio

Show de Bola

Coluna do Janio

Show de Bola

Coluna do Janio

Show de bola

Coluna do Janio

Derrota inaceitável



Blogs

Blog Doutor Multas

Dirigir veículo segurando telefone celular pode dar multa?

Blog do JC

Dia D

A bordo do esporte

Inmarsat será pela sexta vez parceira de comunicações via satélite da The Ocean Race

Blog do Ton

Maior importadora de móveis do Brasil abre a primeira loja própria em Santa Catarina

Blog Clique Diário

Dica de fotografia

Blog da Ale Francoise

Ervas do bem para o estresse!

Blog da Jackie

Hering comprou a Arezzo

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”

Volnei Morastoni

"Estamos vivendo a politização da covid”

Marcelo werner

"Quando o Estado publica um decreto às 11 horas da noite para que no dia seguinte seja cumprido, está faltando sintonia com a sociedade”

Marquinhos Kurtz

“[...} O meu posicionamento é contrário ao fechamento total. Eu acho que nós temos que trabalhar, nós temos que ter cuidado, e as coisas precisam funcionar”

TV DIARINHO

Confira os destaques desta sexta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 07/05/2021

Publicado 07/05/2021 21:06


Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯